Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2008

um beijo envenenado

)

sentado em uma escada umida, com um cigarro molhado e algumas folhas de papel, ele resolve relatar o ódio pela ultima, a mesma que prometera amar pra sempre e nunca abandonar, a mesma que entregou seu corpo sem pedir nada em troca, a mesma que acabara de sair pela porta. quantas noites passadas em claro ela simplesmente recompensou com um beijo, beijo venenoso, no qual o fazia ama - la ainda mais. quantas tardes frias ele deixou para um passeio inútil pela rua, ela como sempre fingindo indiferença, pra chegar no apart-hotel e revelar-se uma bela prostituta. quantos dias excitado ele se pegou pensando com quem ela pudera aprender tanta técnica e esboçar tanta malícia em um corpo doce de de mulher maldita. agora o deixara ali, antes porem ao entrar em sua casa - o lugar onde ele se permitia sonhar - esboçou sinica felicidade ao vê-lo, fez com que rê-lesse em seus olhos uma triste e melancólica paixão. fez com que pensasse que era real. um beijo envenenado e nada mais, dizia ama-lo aind…

eu e o universo alternativo.

-

Lembro de um tempo em que tudo que girava ao meu redor era totalmente cinza, sentindo-me dautonica diante da beleza de uma vida que não me enchia os olhos. olhando ao redor e enxergando no espelho nem mesmo a mim, somente um vulto inexorável no espelho com a aparência deprimida e os olhos cansados do esforço de tentar enxergar de outra maneira. nunca acreditei em auto-confiança, nunca me importei com auto-ajuda. Meus pés passeavam por ruas molhadas e eu me sentia dormente, como num sonho em que você desiste de acordar, não por estar gostando mas por estar exausta.
é impressionante, como apesar de um anseio em vão de realidade, só conseguimos enxergar o que queremos. o desejo da diferença nos torna iguais, a vontades de nos espelharmos em grandes revolucionários, grandes manipuladores da própria vida nos torna indiferentes, vivendo uma vida que não é nossa, sonhando um sonho que não temos de verdade, respirando até mesmo um ar que não nos pertence.
um universo paralelo ao meu, um que eu…

memórias de uma alma necrosada

um bar a meia noite//dinheiro embolado//salto torto//rua umida e imunda//a chave cai no chão três vezes e só então aceita rodar na porta//bagunça// restos de outra vida// restos de alguém que um dia existiu de verdade//tira os sapatos//tira blusa, a calça// um frio do caraleo// chega na janela sem perceber que os vizinhos podem notar que ela só usa roupas intimas// a respiração imbaça o vidro//logo se cansa// vai até o banheiro, o espelho// o lápis borrado no olho,mancha que água nenhuma tira//olhos foscos// pensa como poderia ter sido// resolvo dormir// a cama cheira a sexo, e isso irrita mais do que se possa imaginar//vai dormir no sofá assim como fez com ele//maldito// deveria te-la deixado aquela mesma hora, pra dar tempo dela sentir raiva//cheira a almofada//mofo//percebe como tudo a sua volta esta mofado//olha pra si mesma, poderia até estar verde e umida// já fora parte da decoração o suficiente, podia se acostumar com o mofo//lembro da irmã que sofria de asma, morreria ali den…

Hipotermia

é estranho .. hoje, incrivelmente hoje .. estou com uma dificuldade enorme de botar nessa pagina em branco as coisas que assombram minha mente .. talvez seja porque ontem eu consegui, por sabe-se lá porque um milagre .. e organizei meus pensamentos ..assim mesmo, sem papel .. sem caneta, sem monitor .. sem ao mínimo esboçar palavras .. só organizeia noite, é impressionante como eu funciono melhor esse horário .. devia ser sempre assim .. todos nós trocarmos a noite pelo dia, mas se for pensar de verdade .. a noite é o que nos torna exclusivos ..quase as 11 da noite .. e eu sentindo um imenso impulso pro sair no frio (que não estava pouco) e sentar no chão (com roupas limpas) .. não que eu me importasse .. mais geralmente eu tenho que suportar gente falando na minha cabeça quando eu faço esse tipo de coisa.mas ontem eu liguei o foda-se !sem nenhum objetivo, sentada num frio de mais ou menos 7 graus .. ou pelo menos era essa a sensação térmica .. eu entrei em êxtase total .. dormência n…

Sonho ou semi-morte ?

_

E não confundir ...
Ódio com diversão.
Medo com paz.
E não confundir...
Ódio com diversão,afinal não estamos sós.


'Jovens sem nenhuma utopia caminham tensos pelas ruas de suas casas velhas,sem nenhuma luz.
Sem nenhuma luz de Fernando Pessoa.
Fechados nas sexuais telas da impotência,se masturbam contemplando corpos em decomposição.
Morte da minha fé, onde estavam o beija- flor e o arco- íris,na hora do nascimento destas criaturas ?
Quantas gotas de flor restam nos corredores de céus de vossas bocas.
Quais fontes clamam por vossos nomes
Eu entrando na virtuosa idade, eles entrando em idade nenhuma.
Os filhos da morte burra, cheiram o branco pó da anemia.
Esqueceram que um dia tocaram na poesia da transgressão, em pleno ventre de suas esquecidas mães.
Esqueceram de colar o ouvido ao chão, para ouvir as ternas batidas do coração das borboletas.
Os filhos da morte burra, jamais levanta uma folha para conhecer o labor dos insetos.
Jamais erguem taças ao luar, para brindar a vigorosa lua.
Os filhos da m…

ternura quase maligna *-*

Betina diz : a Thamara ta segurando minha mão
Thamara diz : claro, to com medo porra !

medo ..
um colégio, por sinal católicissimo .. com varias irmãs com seus votos de castidade intactos ..
guardando por debaixo de um ginásio um antigo tunel .. onde escravos feriam as mãos em nome do lucro do senhor de engenho ?
que merda que eles foram arrumar pra cabeça ..
a fazenda desfez, o dinheiro acabou, o lugar ficou vazio, o buraco tapou ?
dai chega um monte de irmã que no fundo da alma deseja a maior das orgias e monta um convento, manipulação de mente, dar-se eternamente a um deus mudo ?
dai uma porta, escondida em um banheiro escuro .. na qual as meninas sempre alegaram estar fechada .. se encontra aberta oO
a primeira impressão é o susto, de repente todo um pensamento em espíritos de escravos ou de irmãs (o cemitério do colégio é ao lado) vem a tona com toda a força ..
é assustador como um simples comentários gera tantos outros, como uma simples manifestação de medo faz com que imaginemos um filme…

Impulso )

- bem, eu estou totalmente sem imaginação agora x;mas tive um impulso repentino por escrever (isso é bom ?)qual seria a definição de completo ?eu já tenho quase tudo que tenho, realmente eu não me importo com coisas superficiais, eu realmente me importo involuntariamente com a opinião dos outros e seus sentimentos .. e mesmo assim em sinto mal ..eu devo precisar de psicanálise ;DDeu taava pensando hoje em como as palavras doem mais do que bofetadas .. cheia de cicatrizes ela .. se arrastando pra sobreviver .. enquanto carrega o próprio mundo na mão ..eu deveria dizer-lhe 'olá' ?O céu brilha, eu o vejo brilhando com meus olhos fechados .. eu ouço seus avisos mas nós dois sabemos que eu vou olhar para ele de novo, não me espere .. a estrada é agora um mar repentino e de repente, você está fundo o suficiente para tirar sua armadura ..
Você pode olhar uma vez .. eu vou lhe mostrar algo que a faca levou .. um pouco cedo demais para o meu próprio bem .. agora não vamos falar disso de…

Vocês esperam uma intervenção divina Mas não sabem que o tempo agora está contra vocês

aa eu disse que não ia falar mais de mim não é .. mais hoje a tarde eu percebi que hoje a noite precisaria .D

- Dias Iguais
presente/passado/futuro

noite sem sonhos. dia inútil. escola patética. recreio inexorável. professora patética. assunto inútil. Van. comida sem gosto algum. TV. sono. TV. sono. vazio. tédio. TV. noite sem sonhos. dia inútil. escola patética ..

quando mesmo que isso vai mudar ?

..

Sentadas em frente a um chafariz, vendo a agua que sobe e desse, comentando sobre como as gotas parecem voar lá em cima .. porque mesmo que agente esta aqui ?

ela sabe do que eu estou falando, eu não precisei explicar, por isso ao chegar na rodoviária ela saiu sem se despedir .. na fila, olhando por lado oposto as lágrimas caiam pelo igual, o maldito igual. e ela veio, e eu me virei .. abracei .. fitando a lágrima os olhos dela também se encheram de lágrimas, e ela sabia porque .. ela sabia porque também teve vontade de voltar e dizer o que eu achei que deveria .. nunca respirou, só botou o ar …

Yedda Capuletto ! *-*

-
Bom, começando uma nova etapa do meu blog muito mal visitado .. eu decidi parar de falar um pouco de mim, porque como eu disse 'Quando a felicidade me entorpece eu fico cega pra coisas que afogo na alma'. Então vamos lá ! meu intuito é falar de uma amiga que vai fazer aniversário amanhã, .. po cara, conheço ela nem tem tanto tempo assim, quase 4 anos sei lá .. mais então .. geralmente, quando chega o aniversariode alguém você vira e deseja 'tudo de bom''que todos os seus sonhos se realizem' .. mas eu me acostumei a pensar .. agente fica mó tempo pra achar que confia em alguém, ou então demora apenas uma noite pra saber que vai poder confiar pra sempre nessa pessoa .. qual seria a definição exata de amigo ? alguémque ta do seu lado quando você chora ?
alguém que te empresta as próprias roupas ?
alguém que ri de você mesmo não tendo graça nenhum ?
alguém que você vive pedindo conselhos em vão, porque você incoincientemente não pretende segui-los, e só pretende obter a …